Simples, assim….

Surreal_New_World_by_chillphillyphil

SIMPLES, ASSIM…

maria helena sleutjes

Desejo,
mude de rua
de lua
de planeta.
Sirva-me apenas
café com pão e manteiga
ou melhor,
com margarina,
nada mais que possa
se perpetuar
na imaginação
e criar uma falsa ilusão
de mim mesma.

porta-lembranças

20120817-170706_porta-retrato-antigo-3jpg

PORTA-LEMBRANÇAS

maria helena sleutjes

No porta retrato
o tempo me espreita.
Olha-me enviesado
Guarda silêncio
Contempla as paredes
Perpetua-se
na quietude dos móveis
Adormece acordado
Desbota…

IMPONDERÁVEL

FY-18-PLUM-FLOWER-PAINTING_05

IMPONDERÁVEL

 

maria helena sleutjes

 

Que alegria é esta

sutilmente situada além

deste mundo de quimeras?

Lá, onde a poesia e a música

reúnem-se

para alimentar os deuses, gárgulas

e libélulas?

Lá, onde os sentidos se aquietam

para adormecer os rios

e apascentar  o fogo?

Lá, onde a dor cede lugar

ao amor…

Dando voz as pedras silenciosas,

esta alegria imponderável,

bateu ontem à minha porta.

No programa Mesa de Debates – TV E – Rede Minas

 

 

MESA DE DEBATES – 19-03-2014logo_tve

Encontrar…Encontrar-se – Lançamento (2a. parte)

eu ótima!!

Alguns devem ter visto ontem no Tribuna de Minas a bonita matéria da jornalista RENATA DELAGE.  Aproveito então, para linká-la aqui, e me dirigir à jornalista, à Isabel Pequeno, diretora do Caderno Dois, e à Denise Gonçalves, diretora executiva do Tribuna, para registrar minha gratidão.

Travessia infinda – Caderno Dois – Tribuna de Minas de 13-02-2014.

DSC_0554

O Encontrar… Encontrar-se é um livro de poemas cujo tema central é o amor, o romance, o encontro entre os que se apaixonam. Trata-se de um diálogo poético entre os meus poemas e os poemas do poeta MARCELO AYALA.

1898048_349482985192986_281364263_n

Os poemas cumprem o percurso feito por todos aqueles que se apaixonam: a busca, a espera, o medo, a indecisão, a certeza, a celebração do amor.

Com Nazaré Laroca

Quem descreveu muito bem o livro foi LUIZ ALMEIDA.

LÀZARA PAPANDREA também fez um belo comentário.

Ambos publicados neste site.

O livro também convida o leitor para uma reflexão quando o leitor toma conhecimento da verdadeira identidade do poeta MARCELO  AYALA.

Que reflexão poderia ser esta?

- Quem é este outro que tanto buscamos para a nossa realização??

- Existirá?   Onde?

- Foi inventado?  Por quem?

DSC_0578

O projeto gráfico  do livro e a capa são de MARCOS SILVA

O trabalho de revisão contou com o ilustre poeta CARLOS RODOLFO STOPA, BRUNO DEFILIPPO HORTA  e JULIANA AMARAL.

O trabalho de impressão é da JUIZFORANA GRÁFICA E EDITORA, sob a supervisão do competente e querido FARLEI SOARES.

DSC_0563

Magda, Olavo, Samanta, Regina, Alex

Possui um prefácio masculino, e um prefácio feminino, feito pelo casal de artistas MIRIAM LEITE  e DIOCLÉSIO JOSÉ   do Atelier Vivart, pessoas muito queridas e especiais.

Não posso deixar de agradecer a outras pessoas que me acompanharam na trajetória deste livro e foram também muito importantes: ANA MIRANDA, LÁZARA PAPANDREA, LUIZ ALMEIDA,  MARINA SLEUTJES KAKO ( pelas fotos), SAMANTA CRUZ SCHMIDT, JOSÉ OLAVO SMANIO BRANDO (pelas encenações dos poemas), LUCIANO BAPTISTA (pelas belas melodias), ao YURI FERNANDES  (pela filmagem).

DSC_0550

DSC_0565

Luiz e..

DSC_0545

Agradeço também a minha família pela compreensão, apoio e incentivo, especialmente ao Lucio e Keilla que viajaram para chegar até aqui.

Família no lançamento

1011682_349482381859713_1776678752_n

Aos queridos amigos que estiveram comigo neste momento:

convidados

Flavia e Ju

Lu Vitori

Lais e Fernanda

nossos vizinhos!

eu 2

À LIVRARIA  LIBERDADE cumprimentando o Edvaldo e a Jenaina pelos projetos na área cultural.

DSC_0547

Marisa Pontes

Com Leila e Marisa

DSC_0573

DSC_0575

Enfim, nesta noite, para mim tão especial, eu os convido a um brinde ao amor, este sentimento maior que faz o mundo girar.

DSC_0560

DSC_0571

eu ótima 2

Foi assim!!!!!!!!!!